ESMP conclui formação da primeira turma de Facilitadores de Círculos de Construção de Paz

A Escola Superior do Ministério Público de Sergipe, em parceria com a Coordenadoria Permanente de Autocomposição e Paz (Coapaz), concluiu no dia 11 de novembro a formação da primeira turma de Facilitadores de Círculos de Construção de Paz do Ministério Público de Sergipe. A capacitação formou 14 servidores do MP que vão contribuir para o fortalecimento da cultura de paz dentro da instituição, a partir da aplicação de técnicas próprias dos círculos nos atendimentos em suas respectivas unidades de atuação. 
 
Após a cerimônia que marcou o início dos trabalhos, a procuradora de Justiça e coordenadora da Copaz, doutora Conceição Figueiredo, falou sobre as contribuições institucionais da formação, uma vez que ela desenvolve nos participantes a “capacidade de circular de forma pacífica, promovendo a paz, enfrentando problemas, conflitos e sabendo compor de forma restaurativa através do diálogo e entendimento entre as pessoas.” Além disso, o curso também promove o “engrandecimento da Coapaz que passa a ter um cadastro de pessoas que podem lhe auxiliar. Principalmente, porque está sendo feita por uma equipe da própria casa”, afirmou a doutora Conceição.
 
Criada em 2017, a Coapaz tem o objetivo de gerenciar, acompanhar e administrar as ações relacionadas à Política Nacional de Incentivo à Autocomposição disposta pelo Conselho Nacional do Ministério Público. Sobre a importância da Coordenadoria para a sua trajetória de décadas no MPSE, a doutora Conceição revelou que a Coordenadoria faz parte de um propósito de vida. “Sei que estou na minha década final de atuação e é na Coapaz que encontro esse canal de maior realização. O sentido da vida, do direito, em si, é a promoção da justiça e isso inegavelmente passa pela promoção da paz”, concluiu a coordenadora da Coapaz.
 
Metodologia
Os círculos de construção de paz são uma das ferramentas relacionadas à Justiça Restaurativa e resultam de uma metodologia que sistematizou práticas ancestrais de relacionamentos interpessoais, inspiradas em culturas indígenas em todo o mundo. Tal metodologia é baseada na horizontalidade das relações, capacidades individuais e potência da comunidade.
 
Durante cinco dias e com uma carga-horária de 20h, os participantes da formação foram apresentados aos fundamentos dos círculos de construção de paz e da Justiça Restaurativa, os tipos de círculos, elementos estruturais dos círculos, as etapas, o papel do Facilitador, noções de Círculos de Resolução de Conflito, pressupostos Centrais, áreas de alcance dos círculos, cultura de Paz e Noções de Comunicação Não Violenta e normatização da Justiça Restaurativa no Brasil. Os responsáveis pela capacitação e instrutores da Formação foram os servidores da casa, Ana Célia Matias, Cayo Castilhano, Juliana Vasconcelos e Jacqueline Almeida. 
 
Um novo curso está previsto para ocorrer no primeiro semestre de 2023. Fique atento aos canais institucionais do Ministério Público de Sergipe para saber as datas e como efetuar a sua inscrição. 


  
Sistemas & Projetos
 
 
Links
 

EVENTOS


ESMP

AV. CONSELHEIRO CARLOS ALBERTO SAMPAIO, 505 - CENTRO ADMINISTRATIVO GOV. AUGUSTO FRANCO
BAIRRO CAPUCHO, ARACAJU - SERGIPE - CEP: 49081-000 Tel:79-3209-2528